Visualizar:

▼ Postagens (3)
  • Faça-você-mesmo

    24

    Ago
    24/08/2011 às 09h56

    Equilibrando o/no mundo
    Pense aí no tanto que é gostoso receber amigos em casa pra fazer uma comidinha deliciosa juntos, contando casos e escutando música boa. Pense também no original que é dar de presente de aniversário a uma amiga ou amigo, ao filho/filha, à namorada/esposa ou namorado/esposo algo que nós mesmos fizemos, a partir das nossas idéias e com as nossas próprias mãos. Muito legal, além disso, é surpreender aqueles de que gostamos em dias comuns, não-comemorativos (os desaniversários do Chapeleiro Maluco, em Alice no País das Maravilhas, lembra-se?) com pequenas lembranças feitas por nós mesmos, usando materiais de menor impacto ambiental em sua confecção. Essas nossas iniciativas são infinitamente significantes para a nossa história, para as nossas lembranças e memórias.

    Você se lembra das coisas que o seu avô/avó/pai/mãe/tios, amigos, vizinhos faziam ou cultivavam em casa, sem precisar comprar pronto? Licores, doces, geléias, coisas feitas com madeira, roupas, comidas gostosas as mais variadas, flores, hortas, bordados, crochês e as artes mais diversas! E do cheirinho dos pães e dos bolos feitos em casa, você se lembra? É uma pena que as atuais gerações estejam perdendo esse tipo de vivência, de história, de mimo de vida, enfim.

    A maior parte de nós não se dedica mais a essa iniciativa tão bonita e significativa, por um lado, e necessária, por outro, que é o faça-você-mesmo. Necessária porque quando damos prioridade a fazer aquilo de que necessitamos, produzimos muito menos lixo, por exemplo. Para confirmar isso, convido você a observar a quantidade de plásticos que descartamos, advindos de embalagens de coisas que compramos prontas. Pensamos nisso quando queremos ter a real consciência de fazer a nossa parte para provocar menos impacto sobre o meio ambiente.

    É que não adianta apenas separar o lixo para reciclagem; precisamos, mesmo, é produzir menos, muito menos lixo. E essa é uma ótima forma de reduzir o uso de embalagens: fazendo em casa o que precisamos, num movimento perfeito de unir o útil ao agradável e imprescindível. Não se esqueça, além disso, que alimentos embalados para durarem mais tempo têm diversos tipos de conservantes e corantes que não são nada saudáveis para o nosso organismo. Imagine aí, então, o bom, agradável, oportuno e estratégico que é produzirmos os nossos próprios alimentos e coisas de que necessitamos! Quanto mais itens, melhor!

    Deixamos de fazer as nossas próprias coisas, preferindo comprá-las prontas, em nome da cantada praticidade. Porque estamos cansados da jornada de trabalho ou porque engolimos a idéia de que comprar pronto é mais chique, por exemplo, ou, ainda, porque achamos que não temos a capacidade de fazer as coisas, todos esses são motivos para declinarmos de produzir nós mesmos o que precisamos ou queremos presentear. Mas devemos olhar melhor para esse tipo de situação. O que move o comércio é a venda de produtos. Quanto mais vendem, mais lucros têm os empresários e claro que para que isso aconteça, precisamos ser convencidos, enquanto potenciais consumidores, da importância dos produtos que nos oferecem.

    A magnitude das estratégias de convencimento utilizadas por esse sistema nos assusta, quando resolvemos entendê-las criticamente. Nos primórdios do sistema de produção industrial, os seus pensadores chegaram à conclusão de que quanto mais efêmeros e descartáveis fossem os produtos, mais eles conseguiriam lucros, vendendo sempre novas coisas, com novos atrativos, para substituírem as que não mais eram úteis.

    Uma consciência ecológica e histórica mais acentuada nos faz questionar essas estratégias e querer, com as nossas atitudes, causar menores impactos ambientais, preservar a nossa história, fomentar a memória nas gerações vindouras e, de “lambuja”, ainda vivenciar momentos muito gostosos com as pessoas de que gostamos. Assim, mãos à obra! Faça você mesmo o máximo das coisas de que necessita ou quer presentear!

     

     

  • MINHAS FOTOS

    24

    Ago
    24/08/2011 às 09h50

    14290500
  • MY BEST FOVORER FRIENDS

    24

    Ago
    24/08/2011 às 09h39

    OLÀ SEJAM BEM VINDOS VINDOS EM MEU BLOG

Home |  Blog Grátis |  Hospedagem HTML Grátis |  Quem somos |  Parceria |  Anuncie |  Ajuda
Trabalhe no XPG |  Política de Privacidade |  Política de Segurança |  Denúncia © 2004-2016 XPG | Siga esta corrente